Cada Dia, o Ano Todo!
Julho
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

16.06 FOME de AMOR oc cs
07 01 SAIR UM POUCO ... oc
18.06 AVALIAÇÃO oc cs
Dentro.Fora da IGREJA oc
07 01 Abordagens oc
1+ 1 = 1 ? * oc rfx
17.06 12 Agradar a Ela oc cs
17.06 AGRADA a ELE to her oc s
07 de abril Hist oc
15.06 O que é devido... oc
07.01 * Tempo de férias oc dks
é FERIADO oc
*Devocionais de janeiro oc
 



ISSO è TUDO ? %

Obs do site: compartilho texto que me impresionou muito: 'ao morrer, nada leva consigo, NEM A SUA FAMA NÃO O ACOMPANHA'  Sl 49.17

- impressionante pensar que a Hebe Camargo  será apenas   Hebe: com suas escolhas, com suas palavras e com as intenções de seu coração.

 

MANÁ DA SEGUNDA  www.cbmc.org.br

                                                   http://www.facebook.com/groups/CBMCBRASIL

                                                               https://manadasegunda.podbean.com/

18 de maio de 2020

Vinte e dois anos servindo às comunidades empresarial e profissional


E Quanto ao 16º Segundo

Por Robert J. Tamasy

 

Recentemente assisti a um vídeo no qual o orador oficial na formatura do ensino médio discursava para sua turma. Ele falava da alegria que sentia quando, após anos de trabalho duro e sacrifício pessoal, ele tinha alcançado seu objetivo de ser nomeado orador oficial – o estudante colocado em primeiro lugar de sua classe. 
  
Mas, então, ele fez uma observação sombria: aquele sentimento de euforia durara “cerca de 15 segundos”. Ele disse que esperava muito mais – fogos de artifício talvez, ou muito mais entusiasmo. Mas não. Quando a realidade de receber a honra acadêmica se instalou, ele “não sentiu nada”. Tão rapidamente quanto a onda de emoção chegou, os sentimentos acabaram. Tudo no espaço de 15 segundos. 
 
  Por isso, ele alertou seus colegas estudantes que estabelecessem metas e sonhos, mas os mantivessem em perspectiva. Ele alertou: “Não tenham arrependimentos no 16º segundo. O que o estudante disse fez lembrar a sombria canção de anos atrás da cantora americana Peggy Lee, “Is That All There Is?” (Isso é Tudo?). Podemos empenhar nosso tempo, talento e energia para realizar certo objetivo, apenas para descobrir que, uma vez alcançado, ele não é tão realizador como tínhamos imaginado.
 
Para muitos – quando não para todos – de nós, o colégio é uma memória distante. Assim como a faculdade, se a cursamos. Ao contrário, você está provavelmente no meio da jornada de uma carreira profissional e estabelece metas, profissionais e pessoais, algumas para este dia, outras para esta semana, este ano, para sua carreira inteira. “Quando eu alcançar isso (seja lá o que “isso” for), então eu serei feliz”, raciocinamos. Privamo-nos de outras prioridades em nossa vida – relacionamentos, saúde e boa forma, a capacidade de desfrutar e apreciar o momento. Isso porque nossas metas e objetivos são tudo o que importa.   Então, como o orador bem observou, atingimos o alvo. Alcançamos nossa meta. E por cerca de 15 segundos, festejamos eufóricos, sentindo a satisfação estupenda da realização. Mas, então, chega o 16º segundo e nos perguntamos: “É isso? Isso é tudo?”

Sendo assim, seria inteligente dar ouvidos ao conselho do aluno principal: “Não tenham arrependimentos no 16º segundo.” Este não é um problema do século XXI. Ele existe há milhares de anos, como aprendemos estudando a Bíblia. Encontramos palavras diferentes, mas a mesma mensagem: não mantenha o foco sobre as coisas erradas.

 

1- Por que lutar pelo temporário quando podemos ganhar o que é eterno? O que você tem hoje, pelo que está trabalhando, que possa ser levado com você quando morrer? “Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e furtam. Mas acumulem para vocês tesouros nos céus, onde a traça e a ferrugem não destroem, e onde os ladrões não arrombam nem furtam. Pois onde estiver o seu tesouro, ali também estará o seu coração.” (Mateus 6:19-21).

 

2- Concentre-se em coisas duradouras. Uma pessoa sábia disse certa vez: “Quando tudo tiver sido dito e feito, somente duas coisas permanecerão: a Palavra de Deus e as pessoas.” Se isso é verdade, não é inteligente nos dedicarmos a outras coisas às custas de um relacionamento crescente com Deus, bem como com as pessoas que amamos. “A relva murcha, e as flores caem, mas a palavra de nosso Deus permanece para sempre.” (Isaías 40:8)

 

3- Tenha consciência de que esta vida temporal em breve terminará. As Escrituras falam sobre nossa vida terrena como sendo “um vapor” (Tiago 4:14). Rapidamente ela passa. Mas, depois, confrontamos a eternidade – e o que acontece então? “Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” (Marcos 8:36).

 

Próxima semana tem mais!


 

Questões Para Reflexão ou Discussão

1. Você já dedicou muito tempo e energia para alcançar uma meta, somente para descobrir que a alegria da realização desaparece rapidamente? Como foi essa experiência?

2. Em sua opinião, por que a “emoção da vitória” é tão fugidia, geralmente sendo substituída por sentimentos de desânimo ou vazio?

3. Quais as consequências – resultados negativos – de se tornar totalmente imerso em um objetivo desafiador, além de descobrir que o sentimento de satisfação desaparece surpreendentemente rápido?

4. Em sua opinião, o que significa manter uma perspectiva eterna em tudo o que fazemos, profissional e pessoalmente, e não uma perspectiva terrena e passageira? Como você se avalia nessa questão?

Nota: Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Jó 7:7: Salmos 39:4-6; 144:4; Provérbios 27:1; Eclesiastes 1:2-4; 2:1-11, 21.



Robert J. Tamasy, é jornalista, editor e escritor, e autor de 'Business at Its Best: Timeless Wisdom from Proverbs for Today's Workplace' e 'Tufting Legacies' (ainda não traduzidos para o português). Em co-autoria com David A. Stoddard escreveu 'The heart of Mentoring' e tem editado numerosos outros livros, incluindo 'Advancing Through Adversity', por Mike Landry. Tamasy mantém um site www.bobtamasy-readywriterink.com e um blog atualizados semanalmente www.bobtamasy.blogspot.com. Tradução de Mércia Padovani. Revisão de Juan Nieto.


MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC - Conectando Business e Mercado a Cristo, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2020 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL - E-mail: adm.mana@cbmc.org.br - Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, francês, inglês, italiano e japonês.

Somos contra o SPAM na rede e em favor do direito à privacidade. Esta mensagem não é considerada SPAM, pois o remetente está identificado, o conteúdo claramente descrito e com a opção de exclusão de seu e-mail. Para exclusão do seu nome de nossa lista de mailing , por favor, envie um e-mail para adm.mana@cbmc.org.br escrevendo 'REMOVER' no campo de assunto.


Questões Para Reflexão ou Discussão

 

1. Você já dedicou muito tempo e energia para alcançar uma meta, somente para descobrir que a alegria da realização desaparece rapidamente? Como foi essa experiência?

2. Em sua opinião, por que a “emoção da vitória” é tão fugidia, geralmente sendo substituída por sentimentos de desânimo ou vazio?

3. Quais as consequências – resultados negativos – de se tornar totalmente imerso em um objetivo desafiador, além de descobrir que o sentimento de satisfação desaparece surpreendentemente rápido?

4. Em sua opinião, o que significa manter uma perspectiva eterna em tudo o que fazemos, profissional e pessoalmente, e não uma perspectiva terrena e passageira? Como você se avalia nessa questão?

Nota: Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Jó 7:7: Salmos 39:4-6; 144:4; Provérbios 27:1; Eclesiastes 1:2-4; 2:1-11, 21.

 









Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2020 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.