Cada Dia, o Ano Todo!
Setembro
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930     
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

08 25 QUEM é O INIMIGO? oc Rv
08 04 Ser Pai ! oc
09 07 Independência oc
07 09 Dever de consci~ oc
08 07 Elo entre gerações oc he
03 Pais de filhos crescidos he
03 20 Início do out 21.03 oc
Dentro.Fora da IGREJA oc
05 04 Mãe, que presente quer ? oc
08 03 * COMEMORAÇÕES oc
09 06 Saber o passado oc
1+ 1 = 1 ? * oc rfx
09 16 Camada de Ozonio *oc
09 16 Aquecimento global *
07 de abril Hist oc
05 12 Mãe e CULPA Ed Fiel oc
08 01 sobre o SELO ...oc
08 28 Como vencer o mal? oc Rv
09 11 Atitude na tragédia*
08.25 Dia do soldado oc
Táticas do inimigo , ESDRAS
Táticas do inimigo NEEMIAS oc
Programe os feriados oc
é FERIADO oc
09.01 ESPERANÇA I oc
esperança 2 oc
 



Rompendo o isolamento

Sou do tempo em que as pessoa eram mais calorosas e noto uma certa desconfiança quando tento me aproximar das pessoas: convidar para um cafezinho, perguntar se é casada, tem filhos ou no que trabalha. AS PESSOAS ENCARAM  COMO XERETICE, por isso, tenho me calado, me retraído. A Bíblia diz: 'o que se isola...  se insurge contra toda sabedoria' Pv 18.1_ E apesar de tantas oportunidades nas mídias sociais, nunca as pessoas foram tão solitárias. Nesta semana, telefone ou visite um amigo.-x-

 

MANÁ DA SEGUNDA www.cbmc.org.br

                                               http://www.facebook.com/groups/CBMCBRASIL

10 de junho de 2019

Vinte e um anos servindo às comunidades empresarial e profissional


Rompendo as Cadeias do Isolamento

Por Ken Korkow

 

Anos atrás, corridas de cavalo eram muito importantes em Nebraska em uma pista chamada AK-SAR-BEN (Nebraska, lido de trás para frente).  Indivíduos proeminentes enfatizavam a importância desses eventos esportivos, criando “elites sociais” e um mítico “reino da realeza”.  Hoje a pista – e sua aura mítica – se foram.  Da mesma forma, tempos atrás, clubes de serviço e organizações de militares veteranos eram muito importantes.  Em anos passados, a frequência à igreja era popular, quase obrigatória para as pessoas que quisessem ter sucesso nos negócios. Isso já não é mais assim.  

 

Hoje temos o que poderíamos denominar de “novo normal”, um ambiente social que dá cada vez menos valor aos relacionamentos genuínos.  Ao contrário, temos relacionamentos superficiais que criaram uma sociedade de pessoas isoladas e solitárias.  Podemos conhecer uns aos outros pelo nome, interagindo quando necessário, mas passamos pouco tempo significativo com outras pessoas – para nosso mútuo prejuízo. 

 

Recentemente eu estava lendo uma vívida descrição na Bíblia sobre como os relacionamentos deveriam funcionar, recusando aceitar um contato meramente superficial.  Eis aqui o quadro apresentado em Atos 2:42-47, descrevendo como funcionava a Igreja primitiva:  

 

Eles se dedicavam ao ensino dos apóstolos e à comunhão, ao partir do pão e às orações. Todos estavam cheios de temor, e muitas maravilhas e sinais eram feitos pelos apóstolos. Os que criam mantinham-se unidos e tinham tudo em comum. Vendendo suas propriedades e bens, distribuíam a cada um conforme a sua necessidade. Todos os dias continuavam a reunir-se no pátio do templo. Partiam o pão em suas casas, e juntos participavam das refeições, com alegria e sinceridade de coração, louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. E o Senhor lhes acrescentava diariamente os que iam sendo salvos.”

 

Podemos ficar tentados a responder: “Bem, isso somente se aplica a reuniões religiosas”, mas na realidade, fala sobre a vida cotidiana, o estabelecimento de uma comunidade na qual pessoas compartilham suas vidas e, sempre que necessário, até mesmo suas posses materiais.  Eu não vejo nenhuma razão para que esses princípios não possam ser aplicados no mundo empresarial e profissional, no qual tantos de nós passam muitas horas todas as semanas.  

 

Se você olhar em volta e observar essa tendência para o isolamento e superficialidade, não espere que outros rompam esse ciclo. Rompa-o você mesmo!  Convide pessoas para irem à sua casa compartilhar uma refeição. Esteja pronto para fazer perguntas; procure maneiras de entender sua formação, as influências que as moldaram, como elas pensam (e por quê), as esperanças e aspirações que têm.  Eis aqui algumas perguntas que eu achei úteis fazer para conhecer as pessoas, tentando ir além da superfície a fim de construir uma amizade real e relacionamentos.  

 

- Onde você nasceu?

- Que tipo de trabalho seus pais ou membros da família faziam enquanto você crescia?

- Você mudou muitas vezes de uma cidade para outra?

- Em que colégio você se diplomou no segundo grau?  Como ele era?

- Depois do segundo grau, o que você fez?

- O quanto você está próximo (primeiro, geograficamente; depois, em termos de relacionamento) da sua família?

- O que você gosta no seu trabalho? O que você não gosta nele?

- Quais são seus planos futuros?

 

Relacionamentos são simples. Para ter amigos, você precisa ser um. O apóstolo Paulo escreveu: “Sentindo, assim, tanta afeição por vocês, decidimos dar-lhes não somente o evangelho de Deus, mas também a nossa própria vida...” (I Tessalonicenses 2:8). 

 

Próxima semana tem mais!


Artigo de autoria de Ken Korkow, que mora em Omaha, Nebraska, U.S.A., onde ele serve como Diretor do CBMC. Adaptado de “Fax of Life” (Fax da Vida), coluna que ele escreve semanalmente. Usado com a devida permissão.  Tradução de Mércia Padovani. Revisão e adaptação de Juan Nieto.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

MANÁ DA SEGUNDA

www.cbmc.org.br

http://www.facebook.com/groups/CBMCBRASIL

10 de junho de 2019

Vinte e um anos servindo às comunidades empresarial e profissional


Rompendo as Cadeias do Isolamento

Por Ken Korkow

 

Anos atrás, corridas de cavalo eram muito importantes em Nebraska em uma pista chamada AK-SAR-BEN (Nebraska, lido de trás para frente).  Indivíduos proeminentes enfatizavam a importância desses eventos esportivos, criando “elites sociais” e um mítico “reino da realeza”.  Hoje a pista – e sua aura mítica – se foram.  Da mesma forma, tempos atrás, clubes de serviço e organizações de militares veteranos eram muito importantes.  Em anos passados, a frequência à igreja era popular, quase obrigatória para as pessoas que quisessem ter sucesso nos negócios. Isso já não é mais assim.  

 

Hoje temos o que poderíamos denominar de “novo normal”, um ambiente social que dá cada vez menos valor aos relacionamentos genuínos.  Ao contrário, temos relacionamentos superficiais que criaram uma sociedade de pessoas isoladas e solitárias.  Podemos conhecer uns aos outros pelo nome, interagindo quando necessário, mas passamos pouco tempo significativo com outras pessoas – para nosso mútuo prejuízo. 

 

Recentemente eu estava lendo uma vívida descrição na Bíblia sobre como os relacionamentos deveriam funcionar, recusando aceitar um contato meramente superficial.  Eis aqui o quadro apresentado em Atos 2:42-47, descrevendo como funcionava a Igreja primitiva:  

 

“Eles se dedicavam ao ensino dos apóstolos e à comunhão, ao partir do pão e às orações. Todos estavam cheios de temor, e muitas maravilhas e sinais eram feitos pelos apóstolos. Os que criam mantinham-se unidos e tinham tudo em comum. Vendendo suas propriedades e bens, distribuíam a cada um conforme a sua necessidade. Todos os dias continuavam a reunir-se no pátio do templo. Partiam o pão em suas casas, e juntos participavam das refeições, com alegria e sinceridade de coração, louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. E o Senhor lhes acrescentava diariamente os que iam sendo salvos.”

 

Podemos ficar tentados a responder: “Bem, isso somente se aplica a reuniões religiosas”, mas na realidade, fala sobre a vida cotidiana, o estabelecimento de uma comunidade na qual pessoas compartilham suas vidas e, sempre que necessário, até mesmo suas posses materiais.  Eu não vejo nenhuma razão para que esses princípios não possam ser aplicados no mundo empresarial e profissional, no qual tantos de nós passam muitas horas todas as semanas.  

 

Se você olhar em volta e observar essa tendência para o isolamento e superficialidade, não espere que outros rompam esse ciclo. Rompa-o você mesmo!  Convide pessoas para irem à sua casa compartilhar uma refeição. Esteja pronto para fazer perguntas; procure maneiras de entender sua formação, as influências que as moldaram, como elas pensam (e por quê), as esperanças e aspirações que têm.  Eis aqui algumas perguntas que eu achei úteis fazer para conhecer as pessoas, tentando ir além da superfície a fim de construir uma amizade real e relacionamentos.  

 

- Onde você nasceu?

- Que tipo de trabalho seus pais ou membros da família faziam enquanto você crescia?

- Você mudou muitas vezes de uma cidade para outra?

- Em que colégio você se diplomou no segundo grau?  Como ele era?

- Depois do segundo grau, o que você fez?

- O quanto você está próximo (primeiro, geograficamente; depois, em termos de relacionamento) da sua família?

- O que você gosta no seu trabalho? O que você não gosta nele?

- Quais são seus planos futuros?

 

Relacionamentos são simples. Para ter amigos, você precisa ser um. O apóstolo Paulo escreveu: “Sentindo, assim, tanta afeição por vocês, decidimos dar-lhes não somente o evangelho de Deus, mas também a nossa própria vida...” (I Tessalonicenses 2:8). 

 

Próxima semana tem mais!


Artigo de autoria de Ken Korkow, que mora em Omaha, Nebraska, U.S.A., onde ele serve como Diretor do CBMC. Adaptado de “Fax of Life” (Fax da Vida), coluna que ele escreve semanalmente. Usado com a devida permissão.  Tradução de Mércia Padovani. Revisão e adaptação de Juan Nieto.


MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC - Connecting Business and Marketplace to Christ, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2018 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL -  E-mail:adm.mana@cbmc.org.br -Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, inglês, italiano e japonês. Somos contra o SPAM na rede e em favor do direito à privacidade. Esta mensagem não é considerada SPAM, pois o remetente está identificado, o conteúdo claramente descrito e com a opção de exclusão de seu e-mail. Para exclusão do seu nome de nossa lista de mailing , por favor, envie e-mail para adm.mana@cbmc.org.br escrevendo 'REMOVER' no campo de assunto.


Questões Para Reflexão ou Discussão  

 

1. O que você pensa do estado dos relacionamentos no mundo de hoje? Você tem muitos relacionamentos genuínos e profundos ou a maioria deles é superficial? Quais os fatores que contribuíram para isso?

2. Às vezes você se sente isolado e solitário?  Descreva seus sentimentos.

3. Como podemos nos esforçar para vencer essa tendência para o isolamento e solidão? Você pensa que existam ideias úteis na passagem de Atos citada? Explique sua resposta.

4. Cite pelo menos uma pessoa que se dispôs a dar generosamente de sua vida e investir na sua?  Você achou isso benéfico?  De que maneiras?  Como podemos tentar ser uma pessoa assim para alguém?

 

Nota: Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Provérbios 27:17; Eclesiastes 4:8-12; II Timóteo 2:2; Hebreus 10:23-25.   

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC - Connecting Business and Marketplace to Christ, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2018 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL -  E-mail:adm.mana@cbmc.org.br -Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, inglês, italiano e japonês. Somos contra o SPAM na rede e em favor do direito à privacidade. Esta mensagem não é considerada SPAM, pois o remetente está identificado, o conteúdo claramente descrito e com a opção de exclusão de seu e-mail. Para exclusão do seu nome de nossa lista de mailing , por favor, envie e-mail para adm.mana@cbmc.org.br escrevendo 'REMOVER' no campo de assunto.


Questões Para Reflexão ou Discussão  

 

1. O que você pensa do estado dos relacionamentos no mundo de hoje? Você tem muitos relacionamentos genuínos e profundos ou a maioria deles é superficial? Quais os fatores que contribuíram para isso?

2. Às vezes você se sente isolado e solitário?  Descreva seus sentimentos.

3. Como podemos nos esforçar para vencer essa tendência para o isolamento e solidão? Você pensa que existam ideias úteis na passagem de Atos citada? Explique sua resposta.

4. Cite pelo menos uma pessoa que se dispôs a dar generosamente de sua vida e investir na sua?  Você achou isso benéfico?  De que maneiras?  Como podemos tentar ser uma pessoa assim para alguém?

 

Nota: Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Provérbios 27:17; Eclesiastes 4:8-12; II Timóteo 2:2; Hebreus 10:23-25.   








Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2019 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.